fbpx

O maior ativo da empresa precisa ser valorizado

Por: Rogerio Rafael – Director and Partner na eccho HR Specialists

Está na hora das empresas despertarem para a realidade do mercado: Não há sobrevivência do negócio se não houver a profissionalização em cadeia de fornecimento intelectual e de produção.

A partir de uma série de análises sobre os padrões de organização e comportamento nos ambientes corporativos, constata-se a crescente necessidade de adotar estratégia que resolva as inúmeras situações urgentes para a garantia da sustentabilidade do negócio. Porém, qualquer que seja a situação, o capital humano e intelectual está presente.

Praticar a boa gestão de clientes e criar procedimentos que assegurem qualidade na rotina dos processos é necessidade primária, mas sem ignorar que dependem da ação humana criativa, pois isso compromete a conquista da reputação no mercado.

Quais os maiores desafios no ambiente empresarial que se prepara para o futuro? Atrair, capacitar e gerenciar pessoas.

Delegar inadvertidamente atividades para outra pessoa, sem preparo, é tão prejudicial quanto ignorar a sua importância. Portanto, perceba que a seleção do bom profissional depende não somente de conhecimento técnico, mas das habilidades e atitudes como parte do critério de avaliação para escolha de equipe.

A dinâmica indispensável da empresa moderna e de seus gestores é aquela que permite a visualização clara das competências e comportamentos de seus colaboradores, de modo a potencializar suas habilidades e maximizar a contribuição em prol de melhores resultados.

A presença da empresa que valoriza as pessoas e suas capacidades criativas, dedicando tempo e recursos para avaliar, desenvolver e acompanhar seus profissionais, é fundamental e vital, mas celebrar as conquistas e reconhecer os talentos, gera entusiasmo, senso de pertencimento e engajamento para alavancar uma equipe de alto desempenho. Nesse cenário ideal, o crescimento individual é o que sustenta a vitória coletiva.

O investimento nos profissionais é o caminho para a transformação da gestão nos ambientes corporativos. A liderança legítima na gestão de pessoas, motivando e despertando as habilidades e manifestação de novas ideias, é o meio de aproveitar o potencial e cria comportamentos que resultam na amplitude de discussões para tomada de decisões com maior assertividade.

Está na hora de despertar para a realidade do mercado: Não há sobrevivência do negócio se não houver a profissionalização em cadeia de fornecimento intelectual e de produção. E esta profissionalização pressupõe a valorização do principal ativo dos ambientes empresariais, o capital humano.

Write a comment

× Como posso te ajudar?