fbpx

Quer saber quais são as tendências de RH para 2020?

As novidades para o setor de Recursos Humanos renovam-se a cada momento.

No entanto, os desafios continuam os mesmos. Atrair, recrutar e reter os profissionais mais talentosos do mercado está cada vez mais complicado. Por este motivo, é essencial que você esteja por dentro das tendências de RH, atento às novas estratégias, que trarão maior flexibilidade, mobilidade, dinâmica, modernidade e outros pontos que vão colaborar para a instituição ser sempre competitiva na procura de grandes talentos.

Afinal, organizações antenadas no que há de mais moderno não poupam esforços – nem investimentos – para construir equipes cada vez mais eficientes. Confira!

TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

A transformação digital é a integração da tecnologia digital em todas as áreas de uma companhia, trazendo alterações fundamentais na maneira como as empresas operam e como elas concedem valor aos clientes.

Possibilita que as equipes de Recursos Humanos deixem de gastar muito tempo com atividades administrativas, errem menos por não usar planilhas, além de aumentar as chances dos outros setores desenvolverem métodos de trabalho e insights que contribuem com a produtividade dos colaboradores.

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

A inteligência artificial se trata da capacidade das máquinas aprenderem com suas próprias atividades, por meio da elaboração de dispositivos que simulem a habilidade humana de raciocinar, tomar decisões e resolver problemas.

Pode ser utilizado para localizar os profissionais com maiores chances de preencher a vaga em aberto, por meio da criação de padrões de currículo, otimizando o processo de recrutamento e seleção, além de cruzar dados, competências e resultados dos testes realizados e, assim, tentar indicar os perfis mais alinhados com a cultura e metas do negócio.

GOVERNANÇA DE DADOS

É o gerenciamento de dados de uma empresa, sua utilização e a segurança das informações compartilhadas no ambiente corporativo. Por meio desse instrumento, é possível controlar os processos e avaliar se os objetivos foram atingidos, tendo em vista que é baseado nessas informações que todos agirão.

Também garante que a informação inserida pelos profissionais ou por um processo automatizado cumpra as exigências e padrões, por exemplo, normas e metas do negócio, integridade etc.

RECRUTAMENTO ÁGIL

Para que o recrutamento ágil aconteça, é preciso ter um ambiente favorável, pensar na redução de desperdícios e disponibilidade para mudar padrões. Nesse tipo de tendências de RH, é preciso contar com a tecnologia e incentivar a colaboração e aprendizado. Para isso, alguns fatores são primordiais, como:

  • limitar a quantidade de candidatos no processo seletivo, com o intuito de priorizar a experiência individual e a comunicação pessoal, além da capacidade da equipe de entrevista, que é reduzida;
  • ser flexível às mudanças;
  • compreender quanto tempo em média dura a seleção de pessoas e procurar manter essa entrega;
  • conversar com as pessoas de forma empática e segura e adotar o feedback;
  • confiar no comprometimento dos avaliadores em realizar o melhor trabalho;
  • identificar erros e fazer o necessário para resolvê-los;
  • priorizar as coisas simples para garantir o resultado final em tempo hábil;
  • avaliar ao final de cada processo o que teve resultado positivo e buscar corrigir os negativos etc.

EXPERIÊNCIA DO CANDIDATO

As novas gerações que invadem o mercado de trabalho não estão de olho apenas em remuneração e estabilidade. Hoje, as pessoas buscam uma ocupação que vá de encontro a seus princípios e estilo de vida.

Por isso, mais que oferecer uma oportunidade de trabalho, as empresas devem conceder uma boa experiência ao profissional, que tem início quando ele ainda é só um candidato.

Prova disso é que essa tendência está intimamente ligada às novidades abordadas nos tópicos anteriores. Uma vez que os talentos podem ser selecionados com mais eficácia, o candidato também consegue enxergar uma chance real de conquistar a vaga, realizando o processo seletivo com mais motivação.

Caso aprovado, inicia seu contrato muito mais engajado que os candidatos selecionados em um recrutamento tradicional. Resultado: a organização ganha em produtividade e otimização do tempo, que seria gasto com a integração desse colaborador.

INVESTIMENTO NA FORMAÇÃO DE LÍDERES

Compor uma equipe de alta performance é um desafio atual que não vai deixar de existir na próxima década. E o papel dos líderes é fundamental para que o capital humano alcance esse patamar, principalmente em um cenário complicado e competitivo como o atual.

O problema é que as incertezas do mercado não acometem apenas os empreendedores. Os líderes, os quais deveriam manter o engajamento no trabalho, também podem ter dificuldades em reconhecer a sua capacidade em liderar equipes e transformar os resultados da organização.

É preciso, então, pensar na formação desses profissionais. E estamos falando de ir além da capacitação: apostar em estratégias inovadoras para aprimorar as habilidades desses profissionais.

O destaque fica por conta da liderança complementar, um modelo que aposta na parceria entre dois ou mais líderes para que possam atuar de maneira integrada na gestão de equipes, potencializando a qualidade dos projetos criados e a resolução de problemas.

GAMIFICAÇÃO

A gamificação é mais uma das tendências no RH em 2020 que já são aplicadas, mas que devem ser aprimoradas.

Hoje, ela é amplamente utilizada em campanhas de endomarketing e para o treinamento de equipes, já que é um recurso bastante atraente por ativar conexões cerebrais, facilitando a retenção das informações por meio dos mecanismos de prazer e recompensa.

Os resultados de uma equipe submetida a um treinamento baseado nas técnicas de gamificação costumam ser surpreendentes. Por isso, as empresas devem levar a metodologia para outros campos, sendo um deles o recrutamento e a seleção externa e interna.

RH MOBILE

Vivemos a era dos smartphones: telas cada vez menores e mais portáteis têm toda nossa atenção nas ações mais corriqueiras do cotidiano.

Seja no metrô, seja esperando o almoço ou na sala de espera de uma consulta médica, os recursos tecnológicos dos novos celulares estão nos fazendo companhia. Eles serão uma realidade cada vez mais presente para trazer dinamismo às atividades do setor de recursos humanos.

Recrutamento por meio de aplicativos e os formatos de trabalho atípico – como o home office e os espaços de co-working – são cada vez mais desejados por uma geração de profissionais talentosos que cresceram junto à evolução tecnológica.

E nesse cenário, o expediente tradicional no escritório pode perder espaço. Empresas que reconhecerem os cargos que podem ter suas rotinas tranquilamente flexibilizadas, e aplicarem esse conceito, vão garantir a formação dos melhores times do mercado. Fique de olho!

Agora que você conhece algumas das tendências de RH para 2020, não espere mais para colocá-las em prática e desempenhar um trabalho de qualidade na empresa. Afinal, usufruir e ficar de olho nas inovações é um grande passo para se tornar um destaque e expandir no mercado.

Entre em contato e saiba como podemos ajudar você a não ficar para trás!

Write a comment

× Como posso te ajudar?